História

Desc

9 itens

por página
Ver como Grade Lista
  1. Os Brilhantes
    Quem se interessa pelo universo do cangaço encontra em OS BRILHANTES a garantia de uma leitura que instiga e emociona. Autêntico romance naturalista, OS BRILHANTES distribui por seus capítulos momentos de pura inspiração que nada perdem em comparação a textos mais conhecidos de nossa literatura. Saiba Mais
  2. Em Sonhos
    Em Sonhos
    R$31,90
    Este livro foi publicado pela primeira vez em 1901, e somente agora, 116 anos depois, temos a “sorte” de tê-lo em mãos, para que possamos apreciar a obra de uma mulher que não se ajustou ao seu tempo na conquista por espaços sociais. Alba Valdez foi a primeira mulher a ocupar uma vaga na Academia Cearense de Letras, foi a pioneira no Estado a levantar a bandeira das lutas femininas e políticas. Saiba Mais
  3. O Cajueiro do Fagundes
    Publicado originalmente em folhetim no inicio do século XX O CAJUEIRO DO FAGUNDES recebe agora sua segunda edição em livro pelas Edições Demócrito Rocha. As cenas da vida na capital da província do Ceará têm nas intrigas que envolvem o açougueiro Bartolomeu Fagundes e seu pé de caju, debaixo do qual as maledicências encontravam ocasião, quase como uma alcova ao ar livre, os feixes de uma ficção de costumes. Esta historia foi apropriada como signo de um suposto “Ceará Moleque”, de uma “cearensidade original”, com sinais positivos, algo como uma galhofa irreverente. Mas talvez a “molecagem” de que fala o narrador deste romance tenha outros significados. Saiba Mais
  4. Construindo o Ceará - História
    As histórias de ficção fazem parte do mundo de fantasia, de sonhos e imaginação das crianças. No livro Construindo o Ceará - História você vai ler, pesquisar e conhecer outros tipos de histórias. Para contar essas histórias, nós autores, pensamos que é importante estudarmos os registros que crianças, homens e mulheres deixaram na sociedade, como: livros, fotografias, musicas, poesias, cartas, panfletos, dvds, jornais, diários, agendas etc. As histórias desse livro vão ser contadas com a sua contribuição por que elas fazem parte da sociedade em que você vive, do lugar onde você brinca. Saiba Mais
  5. A Inquisição e o Sertão
    O livro faz uma análise da presença da Inquisição no Ceará. O caráter cinematográfico, geralmente utilizado, é deixado de lado para se aproximar do cotidiano das pessoas por meio de tramas familiares, religiosos, bígamos, farsantes, ilhéus, reinóis, brasileiros, tropeiros, escravas e esposas abandonadas. A obra também aborda viagens, recomeços, sentimentos e redes de poder que transpassam o território cearense. Aproxime-se, portanto, leitor, desse passado de tramas e histórias que o livro quer desenredar. Saiba Mais
  6. Uma Nova História do Ceará
    Trabalho de fôlego incomum, este volume reúne ensaios assinados por 15 dos mais expressivos historiadores cearenses da atualidade. Obra crítica, desconstrói verdades estabelecidas, põe certezas em xeque. Do confronto entre os povos nativos e os colonizadores europeus até o auto-intitulado “Governo das Mudanças”, o livro propõe uma reflexão rigorosa e contundente em torno da história cearense. Uma nova história do Ceará é, desde já, uma obra indispensável, um caso raro daqueles livros que, nem bem são lançados, já se tornam um clássico. Saiba Mais
  7. Fortaleza: Uma Breve História
    Fartamente ilustrada, a obra apresenta uma retrospectiva analítica, informal e envolvente dos acontecimentos históricos, processos sociais e políticos que definiram a ordenação e o crescimento da cidade de Fortaleza, desde a sua criação à atualidade. Saiba Mais
  8. Afro-Cearense em Construção
    Análise que busca entender a natureza dos embates e confrontos em torno do negro e do movimento negro, ao mesmo tempo em que avalia como eles ajudaram no redimensionamento da história, da historiografia, dos discursos e de sua inserção social. Saiba Mais
  9. Fortaleza Belle Époque
    Fortaleza Belle Époque, do historiador Sebastião Rogério Ponte, analisa o processo de remodelação urbana e disciplinarização social por que passou a capital cearense entre o final do século XIX e primeiras décadas do século XX. Neste estudo inovador e denso de informações, o autor mostra como essa ordenação sócio-urbana constituiu-se, na cidade, por meios de projetos de embelezamento espacial, campanhas de higienização física e moral da população, imposição de novos padrões europeizados de condutas públicas e privadas, asilamento de mendigos e doentes mentais, e práticas policiais de controle das camadas pobres. A obra contempla, ainda, a sátira, o deboche e a irreverência como formas de resistência popular contra as cotidianas tentativas dos poderes e saberes locais em disciplinar a sociedade. Saiba Mais
Desc

9 itens

por página
Ver como Grade Lista
To Top